Vocalistas do Skank e Capital Inicial elogiam a Festa do Pinhão

 

Para os artistas, que protagonizaram shows inesquecíveis na noite de sábado (22), o evento está entre os mais importantes do Brasil

Eram 23h35 quando Samuel Rosa, vocalista da banda Skank, apareceu em meio às luzes o palco para fazer o público dançar e cantar, em mais uma noite memorável desta edição da Festa Nacional do Pinhão, em Lages. Logo que começou o show, ele rasgou elogios ao evento. Para ele, a festa se fortalece a cada ano e “está entre os mais importantes eventos do país”, pois traz os melhores nomes da música brasileira.

Diante de um público expressivo, Skank apresentou músicas do projeto “O três primeiros”. A banda apresentou sucessos como “Partida de Futebol”, “Tão Seu”, dentre outros. As canções levantaram o público. “É um prazer voltar a Lages”, disse Samuel Rosa, que fez questão de ressaltar a participação na Festa em suas redes sociais.

Skank foi a segunda atração da noite no palco Nacional, antes, o público já havia curtido o show de Armandinho. A banda Capital Inicial, uma das maiores do rock nacional, fechou a agenda de shows nacionais da noite. Comandado pelo vocalista Dinho Ouro Preto, o grupo apresentou músicas como “Natasha”, “Primeiros erros”, “À sua maneira”, “Quatro vezes Você” e “Passageiro”, entre outras.

Nos bastidores, a banda fez questão de receber o público e retribuir o carinho dos fãs. Dinho não se cansava de dizer o quanto estava sendo importante voltar a Festa do Pinhão. “Estamos aqui, de novo, depois de 11 anos. E é sempre um prazer enorme participar do evento”.

A festa encerrou no backstage, com Jetlag – formado pelos Djs Paulo Velloso e Thiago Mansur, e no Palco Nativista – com o Grupo Moda Boa e Expedito e os Campeiros.

O engenheiro Diego Rocha, de 36 anos, veio de Itapema, no Litoral catarinense, para prestigiar o penúltimo dia da festa. Quando começou o show da banda Skank, ele não tirava os olhos do palco. “A festa está ótima”, elogiou o turista, que estava acompanhado das amigas Mirian Santos e Luciana Leão.

Já o casal Márcio da Cruz de Jesus e Renata Antunes, de Lages, estava no evento para curtir o show da banda Capital Inicial. “A programação de hoje está muito boa e superou nossas expectativas”, disse Márcio.

 

Último dia

A Festa do Pinhão encerra neste domingo em alto estilo. Até as 14 horas, a entrada será gratuita. A programação do dia está recheada de atrações. Destaque para a música sertaneja romântica com moda de viola da dupla Bruninho e Davi, e a descontração do samba do grupo Atitude 67.

Considerados os novos galãs da música sertaneja, Bruninho e Dani chamam atenção pelas canções e carisma. Eles prometem um show recheado de hits sertanejos da dupla e muita moda de viola. O público vai ouvir canções como conhecidas como “Se namorar fosse bom”, “E essa boca aí “, “Amor Provisório”, e outros.

O grupo Atitude 67, por sua vez, se destaca com um repertório eclético, passando por pagode romântico, samba animado e até reggae. Entre as faixas que não devem faltar no setlist, estão “Saideira”, “Vem” e “Cerveja de Garrafa”. Hits que entraram para a lista dos ’50 virais Brasil’, Spotify.

No Palco Nativista, a programação deste domingo contará com shows de Paulinho Guazelli, Grupo os 4 Gaudérios, Leo Morais e Grupo Gaúcho.

Além de atrações musicas, neste último dia de festa, haverá o preparo e distribuição da maior paçoca do mundo no interior do parque. As jogadoras das Leoas da Serra e Atlético de Madri, que disputam o título do Mundial de Futsal Feminino na manhã deste domingo, no Ginásio Jones Minosso, virão à festa, depois do jogo, para saborear a paçoca.

Catarinas Comunicação

Foto: Nilton Wolff